Como registrar seu livro, personagem, música, etc.

ANTES DE PROSSEGUIR, ATENÇÃO: esse texto visa explicar, da maneira mais clara possível, como registrar uma obra no acervo da Biblioteca Nacional e proteger seus direitos intelectuais. Contudo, não sou advogado, não ofereço nenhum tipo de assessoria e não tenho como responder a dúvidas pessoalmente, seja nos comentários ou por e-mail. Caso elas surjam, aconselho consultar a Lei 9610 ou o próprio site da Biblioteca Nacional, cujo endereço é http://www.bn.br.

Então você escreveu um livro, uma HQ, criou um personagem ou uma letra de música e não quer sair mostrando por aí, com medo de que vão roubar a sua ideia? Você pode contar com alguma proteção legal fazendo o registro da obra na Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Basta seguir os passos abaixo:

Primeiro: o registro não é obrigatório.

O processo é mais fácil do que parece – e, acredite, NÃO É OBRIGATÓRIO. Por uma questão lógica, o direito autoral NÃO nasce no registro, e sim, na criação, na autoria. Se você criou uma obra intelectual ela é sua para todo o sempre – basta que você tenha como provar, caso se sinta lesado por alguém. Veja o artigo 18 da Lei 9610, de 1998:

Art. 18 – A proteção aos direitos de que trata esta Lei independe de registro.
Art. 19 – É facultado ao autor registrar a sua obra no órgão público definido no caput e no § 1º do art. 17 da Lei nº 5.988, de 14 de dezembro de 1973.

Ou seja, se você publicou uma história num livro, numa HQ, ou teve uma peça de teatro produzida com o seu roteiro, ainda que não tenha feito o registro, você está protegido pela Lei. Basta ter o material documentado, ou a obra devidamente datada.

Ainda assim, quero registrar. Posso fazer tudo pela Internet?

Infelizmente, não – mas toda a documentação necessária está disponível online. Basta imprimir, preencher e enviar pelo correio para a Fundação, que lhe devolverá os comprovantes do registro.

Como proceder:

Vá até o site da Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, clique em Serviços para Profissionais e em seguida, Escritório de Direitos Autorais e enfim, Registro ou Averbação.

Baixe, imprima e preencha os formulários em PDF. Neles, não é necessário descrever a obra, mas simplesmente inserir o título, seus dados pessoais e preencher o número da categoria em que ela se enquadra, seguindo a tabela abaixo:

Código/Descrição

01 – Poesia
02 – Romance
03 – Didático/Pedagógico
04 – Música
05 – Teatro
06 – Técnico/Científico
07 – Tese/Monografia
08 – Conto/Crônica
09 – Hist. em quadrinhos
10 – Cinema/TV
11 – Místico/Esotérico
12 – Religioso
13 – Político/Filosófico
14 – Personagem/Desenho
15 – Biografia
16 – Publicidade
17 – Periódico
99 – Outros

Junto ao formulário preenchido e assinado, você enviará a obra.

Exemplo do formulário. Clique para baixar o PDF.

Quanto custa?

Os valores são os seguintes:

Não se esqueça de conferir no site da Fundação se houve alguma alteração de preços. A tabela acima é de janeiro de 2011.

Como pagar?

Basta gerar o boleto da GRU (Guia de Recolhimento da União) nesse link aqui e pagar em qualquer agência do Banco do Brasil. A autenticação bancária comprova o pagamento, então é necessário dirigir-se a uma agência física.

Checklist:

Confira se você está com tudo em mãos:

  • Formulário de registro. Menores de 18 anos precisam da assinatura de um responsável.
  • Cópia da obra (1 em caso de não publicada, 2 se for publicada). Rubrique as páginas.
  • Comprovante de pagamento da GRU (original)
  • Cópia de CPF e RG (ou CNPJ em caso de pessoa jurídica)
  • Cópia de comprovante de residência

Envio:

Tudo pronto? Coloque tudo num envelope e mande para:

Escritório de Direitos Autorais – FBN
Rua da Imprensa, 16 – 12º andar, sala 1205.
Castelo – Rio de Janeiro/RJ – 20030-120

Dentro de aproximadamente um mês, você receberá pelo correio os comprovantes de registro. Fácil, não?

Dúvidas frequentes:

Posso registrar somente uma ideia?

Do tipo “marido descobre que foi traído e parte numa jornada de auto-descobrimento e vingança“, ou “menina com polvo na cabeça” ou “uma guerra entre humanos e zumbis“? NÃO. Ideias, conceitos e nomes isolados não podem ser registrados e não contam com proteção legal. O que vale é a OBRA pronta – seu livro, seu personagem, sua HQ ou música.

Posso mandar um sedex pra mim mesmo com a obra, para ter como prova o carimbo dos correios?

Se você já tem a obra publicada e datada, qual o sentido? Se não tem, não é mais fácil seguir o procedimento acima?

Posso registrar uma obra e mudar depois?

A alteração da obra independe do registro, afinal, ela é sua e você altera quando quiser. Um novo registro não é necessário, mas você pode pedir uma atualização se assim preferir, bastando seguir novamente os passos acima.

O registro é válido por quanto tempo?

O registro é vitalício, ou seja, a obra SEMPRE estará vinculada a você. Já o direito autoral cai em domínio público 70 anos após a morte do autor.

Quero registrar meu roteiro nos Estados Unidos. Como proceder?

Muito simples: vá até o site da Writers Guild of America, preencha o formulário, envie seu roteiro e pague com cartão de crédito.

Leia também: Como publicar seu livro

Artigo tirado do site do Yabu : http://www.yabu.com.br/

About Wildwing

Criador e Roteirista do projeto Cops Go!

Posted on 13 de Outubro de 2013, in Sem categoria. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: